Consumo Responsável

mais

scroll
down

Consumo Responsável
Consumo Responsável

Produzimos marcas responsáveis.

Atuamos em mercados maduros, produzindo e comercializando bebidas, cujo consumo excessivo pode refletir-se na saúde pública.

Enquanto empresa líder no mercado das bebidas refrescantes em Portugal, assumimos responsabilidades acrescidas na forma como nos apresentamos, relacionamos e comunicamos. 

Defendemos o consumo responsável de cerveja, sidra e vinho, a partir dos 18 anos e integramos no nosso portefólio soluções sem álcool, garantindo o mesmo espírito nos momentos de convívio, socialização e partilha de emoções.

Esta consciência cívica estende-se aos restantes produtos que colocamos no mercado, que espelham a nossa cidadania responsável e a motivação e perseverança com que trabalhamos todos os dias.

Os nossos princípios

Consumo Responsável

O ÁLCOOL É UM PRODUTO
PARA ADULTOS RESPONSÁVEIS

Proibida a venda e consumo de álcool a menores de 18 anos ou a quem se apresente notoriamente embriagado ou aparente possuir anomalia psíquica.

Consumo Responsável

O ÁLCOOL DEVE SER CONSUMIDO
COM MODERAÇÃO

Integramos mensagens de Consumo Responsável em todos os nossos produtos com álcool.

Consumo Responsável

INFORMAÇÃO
AO CONSUMIDOR

Privilegiamos a melhoria da informação nutricional nas embalagens e nos suportes de comunicação, alertando para os riscos associados ao consumo excessivo.

Consumo Responsável

PORTFÓLIO INOVADOR,
SUSTENTÁVEL E MAIS SAUDÁVEL

Investimos na disponibilização alargada de produtos com baixo ou zero teor de álcool e na promoção de produtos com Baixo Índica Glicémico e melhores perfis nutricionais.

Consumo Responsável

COMUNICAÇÃO RESPONSÁVEL

Apostamos em comunicação e marketing que promova a sensibilização para a importância de um consumo moderado e responsável de álcool, a prática de exercício físico e a adoção de estilos de vida saudáveis.

O que é o álcool?

Consumo Responsável

O álcool resulta da fermentação de açúcares naturais da fruta, legumes ou cereais e da sua respetiva transformação natural em álcool.

Cada bebida apresenta percentagens variáveis de álcool, consoante a sua fermentação, sendo que na sua generalidade, as cervejas contêm cerca de 5% e os vinhos cerca de 12% de álcool. 

A graduação do álcool de uma bebida é expressa em percentagem/volume de álcool puro dessa bebida. Este valor encontra-se nos rótulos de todas as bebidas alcoólicas. Apesar das bebidas do mesmo tipo serem obtidas por processos de produção semelhantes, podem existir pequenas variações ao nível do seu teor alcoólico como é o exemplo das cervejas e do vinho.

Que tipos de bebidas alcoólicas existem?

As bebidas alcoólicas, de acordo com o seu teor alcoólico, podem ser agrupadas em dois grupos:

Consumo Responsável

Bebidas Fermentadas

As bebidas fermentadas são obtidas a partir da fermentação de açúcares por ação de microrganismos selecionados. Estes açúcares podem ser obtidos a partir de frutos e cereais, como é o caso da cerveja que é obtida de cereais. O teor alcoólico destas bebidas pode ir até aos 20%.

Consumo Responsável

Bebidas Destiladas

As bebidas destiladas são obtidas através de um processo denominado destilação que dá origem a bebidas com uma percentagem de álcool superior às bebidas fermentadas, como por exemplo a aguardente e whisky entre outras.

OS EFEITOS DO ÁLCOOL

Quando se bebe uma bebida alcoólica, o álcool passa para o sangue em 15 a 30 minutos se ingerido em jejum, e em 30 a 60 minutos se ingerido acompanhado por alimentos.

O álcool consumido é absorvido através do estômago e do intestino delgado. A ingestão de comida ajuda a reduzir a velocidade a que o álcool é absorvido pelo corpo humano, e por isso os efeitos do consumo de álcool num estômago vazio são mais rápidos.

Depois de absorvido o álcool espalha-se pelo corpo através da corrente sanguínea, chegando em apenas alguns minutos ao coração, cérebro e músculos. 

O corpo humano é incapaz de armazenar álcool, a sua metabolização é feita essencialmente através do fígado. Durante este processo o fígado transforma numa primeira fase o álcool em acetaldeído, que é subsequentemente transformado em acetato uma substância inofensiva que é expelida através da urina. Apenas uma percentagem muito pequena do álcool ingerido é libertada através da respiração e da transpiração.

A capacidade do corpo de metabolizar e eliminar o álcool ingerido está relacionada com uma série de fatores como o género, o peso e a idade. Por norma o corpo humano tem apenas capacidade de metabolizar uma unidade de álcool por hora um copo de cerveja.

O álcool atua e bloqueia o funcionamento do sistema cerebral responsável pelo controlo de inibições. Inicialmente, a sensação pode ser de euforia e de confiança excessiva, o que poderá conduzir à adoção de comportamentos de risco. Depois dessa sensação inicial de pode seguir-se sonolência, visão turva, descoordenação muscular, diminuição da capacidade de reação, diminuição da capacidade de atenção e compreensão ou fadiga muscular.

O tipo de estatura também afeta a forma como o álcool é absorvido pelo corpo humano e os seus níveis de concentração no sangue. Por exemplo, uma pessoa com uma estatura mais pequena terá à partida um nível de concentração de álcool no sangue superior à de uma pessoa com uma estatura maior, se ambas consumiram a mesma quantidade de álcool. Contudo, existem outros fatores biológicos que diferenciam os homens e as mulheres, e o efeito do consumo de álcool, tais como a quantidade de gordura e de água no corpo - as mulheres tem tendencialmente uma percentagem de gordura superior à dos homens, e uma percentagem de água inferior. Por cada unidade de álcool consumida, as mulheres tendem por isso a ter uma concentração de álcool superior à dos homens.

Outro facto que influencia o nível de concentração de álcool no sangue é o nível de água no corpo humano. Por exemplo se uma pessoa estiver desidratada a concentração de álcool no sangue será superior e os seus efeitos mais acentuados.

Sim, de acordo com a Organização Mundial de Saúde o uso nocivo de álcool é um importante problema de saúde pública. Impacta negativamente as pessoas e a sociedade de muitas formas. 

Sabe-se que existe uma relação causal entre o consumo excessivo de álcool e uma série de transtornos mentais e comportamentais, incluindo dependência de álcool, outras doenças não transmissíveis, como doenças do fígado, alguns tipos de cancro, doenças cardiovasculares, além de lesões decorrentes de situações de violência e acidentes de trânsito.

O uso nocivo do álcool cria consideráveis consequências negativas para a saúde pública, para a sociedade e para outras pessoas além do próprio consumidor.

Além das consequências para a saúde, o uso nocivo do álcool acarreta prejuízos sociais e económicos significativos para os indivíduos e para a sociedade em geral. Em países com menor riqueza económica, os riscos de morbidade e mortalidade são maiores por litro de álcool puro consumido do que nos países com maior riqueza.

DICAS PARA O CONSUMO RESPONSÁVEL DE ÁLCOOL

Quanto menor o seu peso maior a probabilidade de sentir efeitos mais intensos associados ao consumo de álcool. Também o género influencia a capacidade de ingestão de álcool. A mulher, por norma, é mais suscetível aos efeitos do álcool. 

Beber álcool com o estômago vazio, fará com que os seus efeitos se sintam mais rápido. Comer ajuda a atrasar esses mesmos efeitos, reduzindo o risco de indisposições ou de sensações mais intensas associadas ao consumo de álcool. 

Opte por um copo, garrafa ou lata menor. Evite a ingestão de álcool repetida e continuada num mesmo momento. Beba álcool de forma moderada e faseada.  

A hidratação é fundamental durante e após a ingestão de álcool. O álcool desidrata e essa desidratação, a par com o consumo de álcool com o estômago vazio, é responsável pela ressaca que ocorre horas após a ingestão de álcool excessiva. Beber água, comer e reduzir a quantidade de álcool ingerida são fatores-chave evitar ter uma ressaca. 

Se planeia beber álcool, assegure uma alternativa para se deslocar. Coloque a sua segurança e a dos outros em primeiro lugar. 

O álcool pode intensificar os efeitos de muitas medicações e pode interagir com outras tornando-as ineficazes. Fale com o seu médico ou farmacêutico a este respeito antes da ingestão de álcool. 

Beber álcool de forma excessiva e irresponsável acarreta problemas para a saúde e pode colocar a sua segurança e a dos outros em risco. Seja responsável, beba com moderação.

Não encontrou o que procurava?

Distribuidores

O Super Bock Group tem uma distribuição alargada, de norte a sul do país.

Contacte-nos e saiba como encontrar os nossos produtos: sbg.direto@superbockgroup.com

Super Bock Bebidas, S.A

Via Norte

4465-764 Leça do Balio – Matosinhos


Apartado 1044

4466-955 S. Mamede de Infesta

Tel: 00 351 229 052 890

(Chamada para a rede fixa nacional)

Fax: 00 351 229 052 300

apoio.cliente@superbockgroup.com

Este email será lido das 9h-18h de segunda a sexta.


Consumo Responsável
Consumo Responsável
Consumo Responsável
Consumo Responsável
Consumo Responsável

Mapa do site

Distribuidores

Política de Privacidade

Termos e CondiçõesPolítica de Cookies

© SUPER BOCK GROUP 2020. ALL RIGHTS RESERVED

Não encontrou o que procurava?

Informação Legal

Esta declaração de garantia de privacidade de dados aplica-se específica e exclusivamente ao serviço do Super Bock Group.

Para o Super Bock Group é importante que todos os utilizadores dos seus serviços e visitantes das suas páginas tenham garantida a confidencialidade dos seus dados.

O Super Bock Group garante que estas informações NÃO SERÃO utilizadas em nenhuma lista com fins promocionais via correio eletrónico ou telefónico, nem serão divulgadas a qualquer outra organização ou empresa. O Super Bock Group compromete-se a proteger a sua privacidade.

Sobre qualquer questão que tenha relativa a este compromisso, não hesite em contactar.

close

Consumo Responsável

BEM-VINDO AO SUPER BOCK GROUP

Para consultar este site deverá ter mais de 18 anos.

Ao submeter estes dados, está a concordar com as

Política de Privacidadee Política de Cookies

do site Super Bock Group.

Ao continuar a navegar está a concordar com a utilização de cookies neste site. Para não autorizar a sua utilização, por favor utilize as opções do seu browser e altere as definições de cookies. Para mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade e a nossa Política de Cookies.

concordo

Website desenvolvido por Bondhabits.
Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile